para maiores de 18 anos

10
mar 2016

ONU ofecere planos de aula com temáticas para combater o machismo e a violência de gênero na escola

 
publicado em: educação sexual, estudos de gênero, feminismos
por: Julieta Jacob
 

No meu mestrado (no programa de Direitos Humanos da Universidade Federal de Pernambuco) eu pesquisei sobre práticas pedagógicas que abordam relações de diversidade sexual e gênero na escola.

Não só por isso (mas também por isso) fiquei muito contente quando li a notícia de que a ONU Mulheres havia criado a iniciativa chamada “O Valente Não é Violento” com o objetivo de atuar pelo fim de estereótipos de gênero e comportamentos machistas produzindo conteúdo pedagógico livre para colaborar na formação de estudantes no Brasil.

gênero na escola: o valente não é violento

Campanha da ONU incentiva o debate de gênero na escola.

Uma das dificuldades que percebo entre educadores professores e professoras é definir a melhor forma de abordar essas temáticas junto aos estudantes. Para ajudar, a campanha da ONU oferece também planos de aulas (ver na imagem abaixo) para o ensino fundamental sobre igualdade de gênero e enfrentamento à violência contra as mulheres e meninas.

As aulas abordam os seguintes temas: Sexo, gênero e poder; Violências e suas interfaces; Estereótipos de gênero e esportes; Estereótipos de gênero, raça/etnia e mídia; Estereótipos de gênero, carreiras e profissões: diferenças e desigualdades e Vulnerabilidades e Prevenção. O projeto foi financiado pelo União Europeia e revisado pela área de Projetos de Educação da UNESCO.

Polêmica sobre gênero na escola

E você pode se perguntar: mas e aquela polêmica toda sobre vetar as discussões sobre gênero nas escolas do país? A ONU explica que “para a elaboração do currículo, foram pesquisados marcos legais e políticos que apontam para a necessidade da inclusão de discussões acerca desses temas no espaço escolar e experiências de trabalho capitaneadas pelas políticas públicas e por organizações da sociedade civil”.

O programa considera as diretrizes do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM 2013-2015), que apontam para a necessidade de promover a inserção de temas voltados para a igualdade de gênero e valorização das diversidades nos currículos, materiais didáticos e paradidáticos da educação básica.

O PNPM destaca, ainda entre os seus objetivos, a necessidade de “consolidar na política educacional as perspectivas de gênero, raça, etnia, orientação sexual, geracional, das pessoas com deficiência e o respeito à diversidade em todas as suas formas, de modo a garantir uma educação igualitária e cidadã”.

Educadoras, educadores e organizações podem entrar em contato para saber mais sobre o currículo da ONU Mulheres pelo e-mail ovalentenaoeviolento@gmail.com

Para acessar os planos de aula, basta acessar os endereços indicados na figura abaixo. Tá tudo super bem explicado, pronto para ser colocado em prática na sala de aula. Um material precioso! Façam bom proveito e compartilhem!

valente_aulas

 

 

Compartilhe este post e seus comentários

Um comentário
  1. Elciana
    out 12, 2016

    Adorei os planos de aula…obrigada por compartilhar…..nesse bimestre o tema é violência e estes planos vão me ajudar muito….

Deixe seu comentário

Copyright © 2016 - Julieta Jacob - Todos os direitos reservados