para maiores de 18 anos

4
maio 2017

Terapia de casal é alternativa para evitar divórcio: “Falta de sexo e traição são os principais motivos”, revela psicóloga

 
publicado em: sexo
por: Julieta Jacob
 

De acordo com o IBGE, no período de 2014 a 2014, a taxa de divórcios no Brasil cresceu mais de 160%. Mas antes de chegar na separação, uma saída para “salvar” o relacionamento é a terapia de casal. Eu conversei com a psicóloga clínica Adriana Barros, que trabalha com esse tema há 15 anos (assista à entrevista completa no vídeo abaixo).

Para a psicóloga clínica Adriana Barros diálogo e empatia são fundamentais para manter a saúde dos relacionamentos.

Para a psicóloga clínica Adriana Barros diálogo e empatia são fundamentais para manter a saúde do relacionamento.

Se você não sabe qual é a hora de procurar ajuda, atenção: “No momento em que o casal não consegue mais ter uma relação saudável, é quando entra a necessidade de tentar descobrir o que está acontecendo. É onde entra a psicoterapia de casal ou terapia conjugal, que vem para ajudar as pessoas a perceberem como é que está o seu papel na relação. A terapia vai trabalhar em cima da remoção do conflito, mas é também um processo de autodescoberta”, explica Adriana.

Outro mito é pensar que o casal que busca terapia vai acabar se separando: “Quando o casal chega para a terapia, está muito claro que não existe intenção de se separar, pelo contrário. O que se quer é salvar, é melhorar o casamento. Quando um dos cônjuges tem certeza que quer se separar, nem cabe terapia. Ela só seria indicada para auxiliar no processo de separação, que quase sempre é doloroso”.”, analisa a psicóloga. Ela explicou ainda que a iniciativa geralmente é das mulheres (embora os homens estejam procurando cada vez mais) e que os principais motivos que levam à terapia são falta de sexo e traição. “Muitas vezes o casal precisa de ajuda para voltar a conversar porque o diálogo cessou”. Para saber todos os detalhes sobre esse assunto, é só conferir o programa Erosdita sobre o tema aqui abaixo:

ASSISTA À ENTREVISTA COMPLETA COM A PSICÓLOGA ADRIANA BARROS:

 

 

 

Compartilhe este post e seus comentários

Deixe seu comentário

Copyright © 2017 - Julieta Jacob - Todos os direitos reservados