para maiores de 18 anos

9
jun 2016

Ciúme não é prova de amor

 
publicado em: amor
por: Julieta Jacob
 

Esta semana tocou uma música na rádio que dizia: “Tô com saudades de você censurando o meu vestido”. Eu interrompi a cantoria na hora e… oi? Quando uma pessoa sente saudade do ciúme da outra, algo muito errado está acontecendo. É o cúmulo, eu diria. Vamos tomar um chazinho pra conversar mais sobre esse assunto?

Gostou? Inscreva-se no canal do YouTube. Toda quinta-feira tem vídeo novo!

 

nenhum comentário

9
maio 2016

Xico Sá fala sobre sexo e amor para o Erosdita. Assista!

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

E pra quem estava aguardando ansiosamente, aqui está a entrevista que fiz com o escritor Xico Sá! Eba!! Foi um papo bem descontraído e bem-humorado, em que Xico falou sobre o maior medo dos homens na cama, monogamia, poliamor, diversidade sexual, primeira vez, machismo e felicidade sexual. Tá imperdível! O programa tá dividido em três blocos e eu sugiro, claro, que você assista aos três! Divirta-se e me conta o que achou!

PARTE 01 > tópicos: Xico Sá fala sobre o maior medo dos homens na cama, machismo, desconstrução do machismo e igualdade de gênero.

leia o post completo »

1 comentário

5
maio 2016

Vlog Chá Comigo estreia hoje às 17h no YouTube

 
publicado em: amor, educação sexual, sexo
por: Julieta Jacob
 

Quem acompanha minhas redes sociais já tá sabendo de tudo, digo logo! Então pra você não ficar de fora, segue aqui ó: instagram (@cha.comigo) e facebook.com/chacomjuba. Por lá eu já matei o suspense e contei sobre o meu novo projeto, chamado Chá Comigo. Talvez você já o conheça, porque ele foi lançado inicialmente no ano passado. A novidade é que agora ele virou um vlog no YouTube. Toda quinta, às 17h tem vídeo novo no canal (aproveita e se inscreve logo)!

cartaz cha comigo

O Chá Comigo é um vlog que estreia hoje, às 17h, no YouTube.

leia o post completo »

nenhum comentário

30
abr 2016

Xico Sá é o entrevistado do programa Erosdita deste sábado

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

O bom de acompanhar o blog é que aqui você fica sabendo dos bastidores! hehehe A história é a seguinte: no fim de 2014 o escritor Xico Sá esteve em Olinda para participar de uma feira literária. Já fazia um tempo que eu queria entrevistá-lo e não podia perder a oportunidade. Fomos então encontrá-lo no Hotel Sete Colinas, onde ele estava hospedado e onde a entrevista aconteceu.

erosdita xico sa

A entrevista com o Xico Sá vai ao ar neste sábado (30/04), na TV Pernambuco.

leia o post completo »

nenhum comentário

7
mar 2016

Campanha usa vídeos para ensinar sobre consentimento e combater a cultura do estupro

 
publicado em: amor, educação sexual, sexo
por: Julieta Jacob
 

Sim, consentimento é simples. Muito. A regra é uma só: se não é “sim”, é “não”. Não tem meio termo. Não tem “não é bem assim”. Mais fácil que 2+2=4. Uma questão de raciocínio lógico dos mais básicos.

consentimento

Os personagens que ilustram os vídeos da campanha #ConsentIsSimple (consentimento é simples). Assista aos vídeos no fim do post.

Mas se é tão simples, por que a gente precisa TANTO bater na tecla do consentimento? Porque contra essa simplicidade toda existe uma gigantesca cultura do estupro que insiste em atrapalhar essa equação propagando mensagens do tipo:

se não disse nada = sim
se disse talvez = sim
se disse que tem namorado(a) = sim
se disse que não tem certeza = sim
se disse que está cansada(o) = sim
se está usando roupa curta = sim
se está dançando = sim
se está de batom vermelho = sim
se está muito sorridente = sim
se eu assovio e ela me olha = sim

Viram só que trabalhão? Sabemos que todas as situações citadas acima são falsas, mas elas são amplamente validadas diariamente nas práticas sociais. É isso que chamamos de cultura do estupro.

leia o post completo »

nenhum comentário

29
fev 2016

Qual a importância do sexo no casamento?

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

Adoro ir a casamentos e respeito todas as crenças e religiões. Mas confesso que me incomoda a herança ultra romântica que a maioria das cerimônias ainda carrega. Acho lindo o ritual e admito que até mesmo em mim grande parte da simbologia do romantismo está entranhada, por mais que eu a questione. E um dos pontos que mais me chama a atenção é como o sexo é esquecido nesse contexto.

marilyn bride

A atriz Marilyn Monroe no dia de seu casamento com o escritor Arthur Miller, em julho de 1956.

Fala-se muito de amor, companheirismo, fidelidade. Fala-se até de dinheiro e que se deseja ao casal filhos lindos e saudáveis. Mas nunca, nunquinha, fui a uma cerimônia em que a palavra “sexo” fosse mencionada. Sei que faz parte da intimidade do casal e de forma alguma proponho qualquer tipo de invasão. Mas acredito que se o sexo fosse ao menos mencionado, mesmo que un passant,  já seria um bom começo para lembrar aos noivos e às pessoas presentes que ele é parte importante (e indispensável, eu diria) de um relacionamento (seja qual for a forma que o casal escolha viver a sexualidade). Não há porque manter esse tabu.

leia o post completo »

3 comentários

25
fev 2016

Fernanda Torres volta atrás e pede desculpas por texto em que acusa o discurso feminista de “vitimização”

 
publicado em: amor, feminismos
por: Julieta Jacob
 

Na segunda-feira passada a atriz Fernanda Torres publicou um texto, a meu ver, tão repleto de absurdos, que custei a acreditar. Não por ter sido escrito por ela exatamente, mas por uma mulher esclarecida e com acesso a informação.

Antes de qualquer indignação, porém, pensei: aposto que é só uma brincadeira que eu, desavisadamente, tou levando a sério. Daqui a pouco vai ter a confirmação que era só uma pegadinha, tenho certeza.

fern torresok

Mas com o passar do tempo, em vez da tal confirmação, começaram a pipocar textos em resposta ao texto de Fernanda. Então entendi que era sério.

Resolvi destacar as partes que mais me impressionaram:

leia o post completo »

2 comentários

5
fev 2016

Carnaval, carne, camisinha e consentimento

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

Este texto está repleto de raiva, mas escrevê-lo é uma grande alegria. Você vai entender se chegar ao final. Brinco carnaval em Olinda desde a minha adolescência e lembro perfeitamente de ver, por diversas vezes (todos os dias e mais de uma vez por dia), mulheres serem encurraladas em rodinhas de homens para basicamente duas coisas:

a) quando o grupo considerava a mulher “pegável”, ela era obrigada a beijar um dos caras (ou todos. Sim, todos). Uns caras seguravam a mulher enquanto outro beijava e assim sucessivamente.

b) quando o grupo considerava a mulher “não-pegável”, todos entoavam um coro começando com hoooooorrorosa… e emendavam para vários outros xingamentos.  Em seguida a mulher era enxotada da rodinha, pois “não servia” para a pegação. Tudo isso, claro, ao som de risadas macabras que saíam de bocas cheirando a álcool.

Hoje eu até me arrepio de raiva ao lembrar, e chego a me culpar por não ter feito vários escândalos para ajudar todas as mulheres que vi encurraladas no carnaval. Mas parecia tão normal. Mas o carnaval não é assim mesmo, libidinoso? Mas não é a festa da carne?

leia o post completo »

nenhum comentário

23
jan 2016

“A História da Eternidade” é também a história dos nossos desejos

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

Quantas chibatadas merece a avó que deseja o próprio neto? Quantos orgasmos merece a mulher que, depois de enterrar o filho e ser abandonada pelo marido, reencontra o prazer? Quanto amor merece a sobrinha que deseja conhecer o mar tanto quanto deseja o seu próprio tio?

Alfosina deseja ver o mar tanto quanto deseja o seu tio. Foto: Nicolas Hallet / divulgação

Alfosina deseja ver o mar tanto quanto deseja o seu tio. Foto: Nicolas Hallet / divulgação

Todas as respostas estão em A História da Eternidade, primeiro longa do cineasta pernambucano Camilo Cavalcanti. O filme é costurado por meio do desejo de três mulheres, cujos nomes dizem muito sobre elas: Das Dores, Querência e Afonsina. leia o post completo »

nenhum comentário

14
jan 2016

O presente de Vanessa para Daniel e a amizade depois do fim do casamento: uma utopia possível?

 
publicado em: amor, sexo
por: Julieta Jacob
 

Acompanhe o desenrolar dos fatos: a atriz Vanessa Giácomo foi casada com o ator Daniel Oliveira e juntos tiveram dois filhos. Eles se separaram, Vanessa casou novamente e teve uma filha. Recentemente foi a vez do ex-marido Daniel oficializar a união com a atriz Sophie Charlotte, que está grávida do primeiro filho do casal.

Vanessa não apenas foi ao casamento (acompanhada do atual marido), como deu um presente bem generoso para o ex-marido e sua atual esposa: bancou cinco diárias em um hotel de luxo para os recém casados desfrutarem a lua de mel.

daniel oliveira

Sophia Charlotte e Daniel Oliveira se casaram recentemente. Foto: reprodução

A notícia intrigou muita gente que se perguntou “Como assim eles continuam amigos depois da separação?”. E a explicação de Vanessa foi a mais simples possível “Acho que quando você tem a sua vida resolvida, não tem por que ter briga”.

leia o post completo »

2 comentários
Page 1 of 1112345»10...Last »

Copyright © 2016 - Julieta Jacob - Todos os direitos reservados